em
cartaz

respeitável público blog

CAC

Workshop debate fases do teatro brasileiro

Estão abertas as inscrições para o workshop “Teatro Brasileiro em Cena”, com o professor e pesquisador Rodrigo Morais Leite, que será realizado no Centro de Artes Cênicas (CAC) Walmor Chagas, em São José dos Campos, durante quatro encontros de seis horas cada, nos dias 4/06, 30/07, 27/08 e 24/09, sempre das 10h às 15h. Cada encontro abordará fases do teatro brasileiro: Teatro Oficina, Teatro de Arena, Teatro Brasileiro de Comédia (TBC) e teatro nos anos 70. Destinado a estudantes, professores, atores e público interessado, o workshop é independente, ou seja, pode participar de qualquer um dos encontros. Informações, inscrições e valores 99741-1801 (whatsApp). Vagas limitadas.

Temas que serão abordados em cada encontro: Teatro Oficina: História e Estética Teatral (04/06), O Teatro Brasileiro de Comédia (TBC) e a modernização da cena nacional (30/07), O Teatro de Arena e a nacionalização do palco brasileiro (27/08), e Teatro Brasileiro na Década de 1970: Entre o Moderno e o Pós-Moderno (24/09).

Rodrigo Morais Leite é doutorando e mestre em Artes Cênicas pela Universidade Estadual Paulista (Unesp) e professor de teoria do teatro na Escola Livre de Artes Cênicas de Guarulhos.

 

Serviço:

Teatro Brasileiro em Cena, com Rodrigo Morais Leite

Valor: R$ 80,00 (cada encontro)

Entrega de certificado

CAC Walmor Chagas – rua Netuno, 41, Jardim da Granja

 

 

 

 

 

CAC

Músico Joca Freire faz show no CAC

No próximo dia 3 de junho, às 21h, o compositor, cantor e violonista Joca Freire apresenta o show “Do Samba e Outras Coisas”, no Centro de Artes Cênicas (CAC) Walmor Chagas, em São José dos Campos. Com mais de 30 anos de carreira artística e sete CDs já lançados, o músico mostra nesse espetáculo autoral, o que considera de mais significativo em sua obra. O ingresso tem preço único de R$ 10,00. Reservas e informações (12) 39417631 ou WhatsApp 997741801.

Sempre fiel às raízes da boa Música Popular Brasileira (MPB), Joca Freire apresenta nesse show músicas compostas em parceria com João Marcondes, Roger Lima, Juliana Caymmi e poemas de Cassiano Ricardo, musicados por ele, no seu segundo CD “A Flauta que me Roubaram”. Apresenta também algumas de suas mais recentes composições, com letras de sua autoria.

Joca Freire é também professor de violão e foi aluno bolsista do CLAM (Centro Livre de Aprendizagem Musical), em São Paulo, onde teve aulas com o músico e professor Conrado Paulino. Participou de várias edições da Virada Cultural Paulista, em São Paulo e em São José dos Campos, realizou diversos projetos e shows para o SESC/SP, SESI/SP, Fundação Cultural Cassiano Ricardo (S. José dos Campos), FUNDACC (Caraguatatuba), FUNDART (Ubatuba), Fundação Cultural José Maria de Abreu (Jacareí) e casas de espetáculo no Vale do Paraíba, em São Paulo e Rio de Janeiro.

Também participou de vários programas de rádio e TV, inclusive do Sr. Brasil, apresentado por Rolando Boldrin, e acompanhou a cantora Zezé Motta no programa Metrópoles, ambos na TV Cultura/SP. Dividiu o palco com grandes nomes da nossa música, como Danilo Caymmi, Adylson Godoy, Jair Rodrigues, Grupo Paranga, Gabriel Sáter e Alaíde Costa.

Em parceria, e com arranjos e direção musical de João Marcondes, parceiro e amigo, lançou a trilogia Meu Amigo João, composta pelos CDs “Meu Amigo João”, “Quisera” e "Leve", pelo selo BAC Discos e prepara o lançamento de seu próximo trabalho, “Brasil de Mil Faces”.

​O CD "Meu Amigo João" foi pré-selecionado no 25º Prêmio da Música Popular Brasileira, em 2014.

 

 

 

 

 

CAC

CAC Walmor Chagas promove 2ª. edição do FIA

Teatro, música, poesia e exibições de vídeo são algumas das atrações do Festival de Integração das Artes (FIA), nos próximos dias 26 e 27 de maio. 


A comédia “O Pequeno Milagre” de Dario Fo, com o grupo Santa Víscera Teatro de São Paulo é a atração da abertura da segunda edição do Festival de Integração das Artes (FIA), no próximo dia 26 de maio (sexta), às 21h, no Centro de Artes Cênicas (CAC) Walmor Chagas, localizado no Jardim da Granja, em São José dos Campos. No sábado (27), das 19h às 22h, a atração de encerramento é a banda Filhos do Mundo, além de uma programação com poesia, dança, circo, exposições e exibição de vídeos. A entrada, tanto na sexta como no sábado, tem preço promocional de R$ 10,00. O CAC Walmor Chagas fica na rua Netuno, 41, Jardim da Granja. Informações e reservas (12) 39417631 ou 99741-1801 (whatsApp).

O FIA foi criado com o objetivo de reunir e integrar diversas linguagens artísticas e atender um público diversificado. “O Pequeno Milagre”, comédia escrita por Dario Fo, Nobel de Literatura de 1997, traz para o palco o ator gaúcho Marco Antônio Barreto, que se multiplica em mais de 25 personagens para narrar com muito humor a história do nascimento de Jesus até o dia em que ele realiza o primeiro milagre.

No sábado, o FIA tem início às 19h com intervenções dos alunos dos cursos de teatro (infantil e adulto) do CAC Walmor Chagas. Exposições de fotografias de Tamires Pires e de pintura de Ana Bolson, exibição de vídeo-poesias do Coletivo À pARTE também estão na programação do evento, que ainda recebe intervenções de Larissa e Joyce no Bambolê, além de intervenções de dança. O encerramento às 22h fica por conta da banda Filhos do Mundo.

 

Serviço:

2ª. Edição Festival de Integração das Artes (FIA)

Local: CAC Walmor Chagas (rua Netuno, 41, Jardim da Granja)

Dia 26/05 (sexta-feira), 21h – Teatro “O Primeiro Milagre” com Santa Víscera de Teatro (SP) – Classificação 14 anos, Gênero Comédia, Duração 55min, Ingressos: R$10,00 (promoção)

Dia 27/05 (sábado), das 19h às 23h – Intervenções de teatro, dança, circo, exposição de Fotografia de Tamires Pires, Exposição de Pintura “(En)fastiada de Ana Bolson, exibição de vídeos com o Coletivo À pArte, show com a banda Filhos do Mundo – Classificação Livre – Ingressos: R$ 10,00 (promoção).

Informações e reservas: (12) 39417631 ou 99741-1801 (whatsApp). 

 

CAC

Atriz ministra palestra motivacional no CAC

No próximo dia 13 de maio (sábado), às 18h, no CAC Walmor Chagas, a atriz e palhaça Ariadne Antico ministra a palestra motivacional “Muros e Grades são invenções humanas”, Criadora do projeto SER dEFICIENTE, Ariadne nasceu com um tipo de paralisia cerebral que, segundo diagnóstico médico, a impediria de andar e falar. Por meio da sua palhaça “Birita”, ela conta com muito humor como superou esse problema. Ingressos Pague Quanto Puder. O CAC fica na rua Netuno, 41, Jardim da Granja. Informações (12) 3941-7631 ou 997411801 (whatsApp).

            Na palestra, de forma intensa, humana e engraçada, a atriz relata como transformou limites, dificuldades e crises em alegrias, desafios e realizações. Ariadne já percorreu várias cidades do Brasil, entre elas, Porto Alegre (RS), João Pessoa (PB), Recife (PE), São Luís (MA), Teresina (PI). “Muros e Grades são invenções humanas” tem o objetivo de provocar uma mudança na postura das pessoas, expor momentos de crise com enfoque na superação e mostrar a importância de boas parcerias e do trabalho em equipe para a superação da crise.



 

Serviço:

Palestra Motivacional “Muros e Grades são invenções humanas”, com a atriz e palhaça Ariadne Antico.

Dia: 13/05 (sábado)

Horário: 18h

Local: Centro de Artes Cênicas (CAC) Walmor Chagas - rua Netuno, 41, Jardim da Granja

Ingressos: Pague Quanto Puder

Informações: (12) 3941-7631 ou 997411801

 

 

 

 

 

 

 

   

 

TEATRO

Peça Oju Orum faz única apresentação no CAC

 

O espetáculo OjuOrum, do Coletivo Quizumba de São Paulo, faz única apresentação nesse sábado (29/04), às 19h, no CAC Walmor Chagas (rua Netuno, 41, Jardim da Granja), em São José dos Campos. A apresentação é gratuita e a classificação indicativa é de 14 anos.

Com apoio do PROAC – Programa de Ação Cultural do Governo do Estado de São Paulo, OjuOrum apresenta histórias de quatro jovens mulheres, em espaços e tempos distintos e simultâneos: Anastácia (OjuOrum), Alice, Alzira e Anita.  Caladas em suas falas e corpos, essas mulheres procuram retomar a voz que lhes permita questionar e ressignificar suas vidas.

O espetáculo leva para cena a discussão de temas como violência contra mulheres, questões de gênero, sexualidade, relações familiares e amor.

Construído a partir de três eixos: o mito de Anastácia; o material colhido em oficinas realizadas com mulheres do bairro do Jabaquara, zona sul de São Paulo; e investigações da história das mulheres no Brasil, o texto da peça aborda a historicidade do conceito de feminino, do ser mulher, da construção de gênero e as questões surgidas a partir destes discursos. Tendo sempre em vista o público com o qual desejamos dialogar, as personagens tem relação direta com aspectos da juventude e da adolescência.

OjuOrum é o terceiro espetáculo do Coletivo Quizumba, fundado em 2008 por artistas e educadores formados pelo Instituto de Artes da UNESP, Escola Livre de Teatro de Santo André e SP Escola de Teatro, com a proposta de estudar, debater e realizar ações artísticas que provoquem o agir/refletir sobre questões estéticas e políticas do mundo contemporâneo, com foco no estudo da historiografia e da formação cultural do Brasil e nos símbolos das culturas africanas e afro-brasileiras.

SERVIÇO:

DATA: 29 DE ABRIL DE 2017 | sábado | 19h

LOCAL: CAC Walmor Chagas – Rua Netuno, 41 – Jd da Granja – São José dos Campos

GRATUITO – Retirar ingressos com 01 hora de antecedência.

CLASSIFICAÇÃO INDICATIVA: 14 anos.

INFORMAÇÕES: 12 3941 – 7631 ou 997411801 (WhatsApp)

 

 

 

 
1 2 >>

fique por dentro da sua melhor companhia assine e receba novidade por emails